| maria araujo
arquitetura e design

| Casa cor 2021

Foi olhando para dentro que descobrimos o significado da “Casa original”. O tema proposto para a Casa Cor Brasília 2021 nos fez refletir sobre o que seria essencial e nessa reflexão nada nos fez mais sentido que um espaço integrado, onde as formas e materiais são os protagonistas. Um lugar de convivência, onde o mobiliário ganha destaque e a vegetação permeia todo o ambiente.

 

O projeto de 106 m2 teve inicio com um traço fluido, um gesto livre no papel: nosso Espaço Gourmet nasceu junto do painel curvo de madeira natural. O espaço possui 3 momentos, cozinha, sala de estar e sala de jantar, que foram unidos pelo móvel linear em marcenaria que hora faz papel de bancada, hora de adega e hora de armário. 

 

A escolha dos materiais foi também resultado da reflexão sobre o essencial, optamos por usa-los em suas formas mais puras e naturais. Do piso em formato orgânico nasce a bancada em ilha, no mesmo material, para possibilitar a integração do ambiente da cozinha com o ambiente da sala. As paredes em textura rústica foram cortadas em formato circular com o intuito de emoldurar a paisagem. 

 

E por fim, preenchemos nosso Espaço Gourmet com importante mobiliário do design brasileiro. A Poltrona Jangada do Jean Gillon, Mesa de centro arcos do Ricardo Fasanello e Poltrona Paulistano do Paulo Mendes da Rocha ganham destaque com uma iluminação pensada em ressaltar o que era essencial no projeto. Ainda temos as banquetas Duda do Aristeu Pires e o Banco Marina do Lucas Bond, além do quadro do artista Sando Goés em posição aposta a adega suspensa em tiras de couro verde que trazem um ponto de cor para o ambiente.

 

Projeto ganhador do prêmio "Sonho de sala" do Correio Braziliense 

Equipe de projeto: Maria Araujo e Marina Nunes

Execução: Torna construtora

Fotos: Julia Totoli, Maria Vitória Ferraz e acervo pessoal

Video: Cria.mov